Quais são as influências do Mindset no ambiente corporativo?

Quais são as influências do Mindset no ambiente corporativo?

Se pensamos que podemos, ou que não podemos; das duas formas estamos certos!

Dando continuidade ao nosso estudo sobre Mindset, abordaremos neste terceiro post da série como esses padrões mentais interferem e determinam o desenvolvimento corporativo. Para você, que está chegando agora, segue os links dos dois primeiros posts da sequência:

Primeiro: O seu Mindset é Fixo ou Progressivo? Não sabe? Aprenda como responder

Segundo: Quais são as diferenças entre Mindset Fixo e Mindset Progressivo?

Como o Mindset atua no desenvolvimento organizacional?

Os indivíduos de Mindset Fixo, alimentam a crença de que seu desempenho é baseado na sua capacidade inata; logo, não há o que fazer diante de desafios que exijam novas e mais sofisticadas habilidades. Acreditam e se ancoram em pensamentos tais como: isso não é para mim; não nasci com este dom; fulano possui um dom especial; quem é bom, já nasce feito!

Obviamente, há uma pontinha de verdade nisso tudo. Não seremos Einsteins ou da Vincis por nos esforçarmos muito.  Eles são as exceções! A regra é que somos capazes de aprender novas habilidades e aprimorar as já aprendidas ao longo de toda a nossa existência melhorando, substancialmente, nosso desempenho. Basta nos esforçarmos e sermos persistentes.

Além do mais, indivíduos de Mindset Fixo evitam novos desafios que os confrontem com a possibilidade de fracassar. Acalentam seus egos com autoafirmações, muitas vezes (na grande maioria), distorcidas em relação à realidade com relatos de conquistas fantasiosas.

Importantíssimo ressaltar neste ponto da leitura: é um comportamento inconsciente alicerçado pelo arquétipo psicológico. Não é uma escolha. Não se trata de pessoas fracas, incompetentes… simplesmente não tiveram uma construção do Mindset apropriada, mas podem mudar!

Por outro lado, os indivíduos de Mindsets Progressivos lidam com os desafios cotidianos do mundo que os cerca, alimentando a certeza de que o treinamento; o estudo; a obstinação; o trabalho árduo; aumentarão as suas capacidades mais e mais, ad aeternum. Em consequência, seus desempenhos transcorrem de forma evolutiva permitindo-lhes progredir em suas vidas pessoais e profissionais de forma satisfatória.

Visto que este grupo de indivíduos acredita que podem melhorar as suas competências através de treinamento, dedicação e esforço; o medo de fracassar não os impede de encarar novos desafios. Ao contrário, novos desafios são bem-vindos e considerados como possibilidades de aprimoramento pessoal e profissional.   Mas como lidar com essas diferenças no ambiente organizacional?

Reconstruindo e Reforçando o Mindset

O fator preponderante no desenvolvimento organizacional está diretamente relacionado às pessoas. As pessoas são o maior patrimônio de toda e qualquer organização (sei que é um clichê que eu tenho me cansado de repetir, mas fazer o que?! É a mais cristalina verdade empresarial!). Entretanto, muitos de nós temos tratado as pessoas muito mal no ambiente corporativo. Roubamos-lhes o direito inalienável de explorarem todas as suas capacidades em busca da plena realização pessoal e profissional.

Mas como isso acontece?

Acontece quando elaboramos nossos programas de treinamentos e educação corporativa desconsiderando as diferenças individuais que vão determinar a capacidade de apreender novos conhecimentos e a capacidade individual de utilizar os conhecimentos adquiridos na resolução de problemas e na elaboração de estratégias inovadoras. Em resumo, quando desconsideramos o tipo de Mindset individual.

Dessa forma, abarrotamos nossos colaboradores de treinamentos técnicos e objetivos de produtividade desafiadores assumindo a estúpida premissa de que uns vão triunfar e outros não vão. (“vamos jogar os gatos na parede; aquele que miar mais alto…”). Uma forma simplista e improdutiva de educar e, sobretudo, excludente.

É claro que uns são “melhores” que a grande maioria. Mas não queremos só os melhores! Queremos explorar o máximo das capacidades de cada um para o crescimento de todos. Dos melhores e dos “nem tanto assim”.

Então, a primeira coisa a ser considerada no ambiente corporativo é como remodelamos o Mindset Fixo individual transformando-o em um Mindset Progressivo. Não, não é uma tarefa simples, mas se você está cansado de enxugar gelo; é melhor considerar esta possibilidade. Mas como fazer isso?

Não há uma “receitinha” prescrita para isso, lamento. Entretanto, ao longo de nossa caminhada, aprendemos algumas coisas que nos tem ajudado a ajudar as pessoas a explorarem o máximo de suas capacidades. Dessa forma, dois aspectos são fundamentais—Reconhecimento e apoio. No nosso próximo encontro, daqui a duas semanas, abordaremos esses dois aspectos encerrando a nossa série de quatro posts sobre Mindset. Conto com sua presença.

2019-08-12T17:59:08-03:00 12 de agosto, 2019|Resiliência Organizacional|0 Comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: