O que esperar da Tecnologia 5G? Tudo mesmo!

O que esperar da Tecnologia 5G? Tudo mesmo!

“Você, é mais do que sei. É mais que pensei. É mais que esperava; baby” (Tim Maia)

Hoje concluiremos nossa sequência de dois posts sobre a tecnologia 5G. A proposta do estudo é responder às seis perguntas que seguem:

1 – Como a tecnologia sem fio evolui?

2 – O que é tecnologia 5G?

3 – Quando estará disponível?

4 – O que muda em nossas vidas?

5 – Quais áreas serão impactadas?

6 – A tecnologia 5G causa danos à saúde?

Dessa forma, no primeiro post da série (click aqui para acessar) respondemos às três primeiras questões. Neste último, responderemos às restantes. Bora trabalhar?

4 – O que muda em nossas vidas com a tecnologia 5G?

Literalmente tudo! Só para se ter uma ideia, enquanto a tecnologia atual, 4G LTE, baixa um vídeo curto em HD em 1GB por segundo, o 5G otimiza este tempo para 10GB por segundo; ou seja, reduz o tempo de download de um vídeo curto em HD de uma hora para apenas alguns segundos. Além disso, a capacidade de armazenamento de dados é “infinitamente” maior permitindo diversas operações simultâneas em segundos.

Sendo assim, ao mesmo tempo em que você está fazendo diversos downloads, você pode verificar a temperatura da sua casa; ligar a cafeteira; checar erros de construção do local que você mora; acúmulo de mofo do ambiente que você está; vazamento de água… tudo isso, e muito mais, graças à tecnologia 5G. Ah, todos esses controles são feitos automaticamente. Não há a necessidade de sua intervenção, uma vez que forem programados. Não é incrível? Por esse motivo, nunca existiu uma expectativa tão grande no lançamento de uma nova tecnologia quanto agora.

5 – Quais áreas serão impactadas?

Não resta a menor dúvida que todas as áreas, sem exagero nenhum, de nossas vidas serão impactadas pela nova tecnologia. Nosso lazer; nossos estudos; nossas atividades profissionais e domésticas, enfim… tudo vai mudar para melhor. É como substituir uma máquina de escrever mecânica por um computador de última geração. Se você teve o contato com as duas ferramentas sabe, precisamente, do que eu estou falando.

Controle de dados muito mais eficaz!

A forma de controle de dados de instituições, de todos os segmentos, também mudará, para melhor. Dessa forma, tarefas corriqueiras de produção e controle serão otimizadas diminuindo significativamente o custo melhorando a eficácia dos processos. Em resumo, faremos muito mais, por muito menos, muito mais facilmente.

Não resta a menor dúvida que seremos um planeta completamente conectado com bilhões de dispositivos executando tarefas e controles simultâneos para nosso maior conforto, maior produtividade e maior segurança. A previsão é de 665 bilhões de dispositivos conectados nos próximos cinco anos. Baixo custo e alta eficiência. Tempo de resposta quase imediato, o que é fundamental para a operacionalização dos carros autônomos, por exemplo. Será incrível!

6 – A tecnologia 5G causa danos à saúde?

A radiação eletromagnética produzida pela tecnologia 5G é semelhante à tecnologia atual; ou seja, a 3G/4G. Embora a potência da radiação 5G seja menor, a tecnologia necessita de um maior número de antenas para a operacionalização. Em outras palavras, haverá sim uma maior exposição.

Com a repercussão negativa de parte da mídia e de “idiotas úteis” a serviço dos “discípulos do apocalipse”; a Organização Mundial da Saúde (OMS) elaborou um estudo, em 2014, bastante esclarecedor publicado pela BBC News em 15 de julho de 2019 com as seguintes conclusões:

“… não foi constatado nenhum efeito adverso à saúde causado pelo uso de telefones celulares…”.

“… A OMS junto à Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer (IARC, na sigla em inglês) classificaram toda radiação de radiofrequência (da qual os sinais de celular fazem parte) como “possivelmente cancerígena”…”.

“… há evidências que não chegam a ser conclusivas de que a exposição pode causar câncer em seres humanos…”.

“… Comer legumes em conserva e usar talco em pó, por exemplo, é classificado com o mesmo nível de risco. Já a ingestão de bebidas alcoólicas e o consumo de carnes processadas é colocado numa categoria de risco maior…”

O pesquisador David Robert Grimes, um dos que elaboraram o estudo, afirma que “as pessoas estão compreensivelmente preocupadas com a possibilidade de elevar o risco de câncer, mas é crucial observar que as ondas de rádio são muito menos fortes do que a luz a que estamos expostos todos os dias”. Grimes continua dizendo que “não há evidência confiável de que os telefones celulares ou redes sem fio causem problemas de saúde”.

Pelo visto, ninguém vai “derreter” com a implantação da tecnologia 5G. Portanto, relaxe e have fun!

2020-09-28T18:28:37-03:00 11 de novembro, 2019|Educação Corporativa|0 Comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: