7 Passos para se tornar um Empreendedor

“Quando tudo parecer estar contra você, lembre-se que o avião decola contra o vento, não com a ajuda dele” (Henry Ford)

Estamos trabalhando com uma sequência de sete posts, ao longo de sete semanas, descrevendo os sete passos fundamentais para a abertura de um negócio. Na semana passada abordamos o terceiro passo— Desenvolva um Plano de Negócios.  Aí vai o quarto.

4 – Desenvolva um Projeto de Viabilidade Econômico-financeira

Mais uma vez, o SEBRAE regional é o caminho mais curto, caso você esteja no Brasil; ou no IAPMEI, estando você em Portugal. Entretanto, um contador ou financista que você tenha acesso, sem precisar investir muito, também será bastante útil. Mesmo porque, no futuro, você vai precisar de um. Dessa forma, você já começa a estreitar os laços comerciais.

A vantagem do SEBRAE é que, além da competência técnica, o custo é muito baixo para ter acesso aos serviços. Mas, antes de qualquer coisa, pelos mesmos motivos das pesquisas relacionadas ao Plano de Negócio, do passo anterior, antes de procurar auxílio; responda as questões que seguem:

a – Qual é o investimento necessário para a abertura do negócio?

b – Como vou captar os recursos financeiros necessários?

c – Qual é a estimativa de faturamento?

d – Qual é o tempo de retorno sobre o investimento

e – Qual é o meu ponto de equilíbrio?

Um “conselho” que você, obrigatoriamente, tem que seguir nesta etapa de investimento financeiro é: Não comprometa nada além de no máximo 75% do seu capital com o investimento inicial. Não coloque mais do que 75% do total da soma das verbas rescisórias mais outras verbas (sua poupança, ou capital de terceiros, ou sei lá o quê) no investimento inicial. Em resumo, seu negócio tem que estar pronto para funcionar com uma reserva estratégica de 25% de seus recursos financeiros. Todo começo é difícil. Se você não tiver uma reserva financeira estratégica, invariavelmente; você terá problemas.

Depois de ter pesquisado bastante para responder às perguntas acima, você estará pronto para visitar o SEBRAE de sua cidade para dar consistência técnica a todos os aspectos pesquisados. Seu nível de compreensão estará, sem dúvida, mais apurado e as informações fornecidas pelo SEBRAE serão melhor assimiladas.

Percorrido esse caminho na elaboração de um Projeto de Viabilidade Econômico-financeira, você estará apto a dar o próximo passo—Determine a Estrutura Legal de seu negócio. Mas isso é assunto para o nosso próximo encontro. Vamos juntos?

2019-07-22T14:25:48-03:00 5 de dezembro, 2017|Empreendedorismo|0 Comentários

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: